riomar melo prosa e verso
Ninguém é o que diz,é o que faz.
Capa Meu Diário Textos E-books Fotos Perfil Livro de Visitas
Textos
Versos a um rei

Meu rei eu hoje,imitando o baiano,
embora rei com o minúsculo vai,
pois com maiúsculo só o nosso Pai
que rege o palco do cenário humano.

Nas tuas músicas o tom soberano,
aprimoradas na minha alma cai,
como relíquia da mente não sai,
rejuvenescem sempre a cada ano.

Eternizadas na alma de um povo,
nos fins de ano ganham traje novo
pelas Globos da vida,e tudo mais,

Sempre embalando aquele que ama,
como a trilha sonora de seu drama,
chama que não se apaga em castiçais.


 
riomar melo
Enviado por riomar melo em 11/11/2019
Alterado em 11/11/2019
Comentários